News

Post Top Ad

Your Ad Spot

ANUNCIE AQUI A SUA EMPRESA!





https://2.bp.blogspot.com/-bsbtu1kWAWo/W-KFt8GjC4I/AAAAAAAACQU/laxCahgiOO0TN80fqhpsQn3ob58hd4riwCLcBGAs/s1600/4.jpg


segunda-feira, 8 de julho de 2019

Exclusivo: Comunidade quilombola sofre sem água por perseguição política pela prefeitura da Barra

(ilustração)

Os Moradores da comunidade quilombola de Pedra Negra da Extrema, que lutam de sol a sol, ralando para sobreviverem procuraram a nossa reportagem para fazer uma denúncia e pedido de socorro urgente. Segundo os denunciantes, o povoado está há várias semanas sofrendo por falta de água, dependendo apenas do óleo que deste maio que não recebem, por parte da prefeitura, para que o motor puxe a água até a mesma, más a prefeitura se recusa fazer a entrega óleo diesel à presidente da associação de Pedra Negra.

Segundo morador que preferiu não se identificar, afirma que o prefeito e o secretário de governo só autorizam a entregar o óleo a um morador indicado por eles chamado "Nezinho", porém o indicado do prefeito se recusa a busca do óleo. Por perseguição política à presidente da associação da referida comunidade todos sofrem.




Ele conta ainda que o secretário foi até a comunidade na semana passada, ameaçar se publicassem algo na rede social iria processa-los. "Eles não estão nem ai pra a gente, nos persegue apenas por cobrarmos os nossos direitos em redes sociais." diz morador

Pedra Negra está sem nenhum tipo de atenção, até a escola a prefeitura tentou fechar em fevereiro deste ano. Más os moradores resistiram, fizeram manifestações e conseguiram deixar pelo menos um turno. O último atendimento médico foi em janeiro. Vários postes ainda estão sem luz, uma total escuridão. Tentamos falar com o prefeito e o secretário, porém não obtivemos êxito. O espaço está aberto para os respectivos esclarecimentos.




A Fundação Palmares reconheceu a comunidade Pedra Negra da Extrema, no município de Barra, como quilombola, a publicação saiu no dia 17 de agosto. E fica localizada no extremo sul do município, logo depois de Igarité.

por Fillis Niorges / Jornalista SINAJ

Post Top Ad

Your Ad Spot